Jogos de Cidadania: O Processo Grupal e as Tecnologias Sociais no Diálogo Sobre Direitos Humanos

Este projeto faz parte dos grupos: ,

una_pesquisa_vermelho

Projeto aprovado no Edital de Iniciação Científica e Tecnológica 2011/2012. A pesquisa visa à construção de metodologias participativas com pequenos grupos para o diálogo em torno dos direitos humanos, incluindo tecnologias sociais que possam facilitar e embasar esse diálogo.

1. Título do projeto

Jogos de cidadania: o processo grupal e as tecnologias sociais no diálogo sobre direitos humanos.

2. Início e conclusão

De agosto de 2011 a julho de 2012.

3. Equipe

– Professores: Flávia Lemos Abade, Fabiana Goulart de Oliveira e Maria Lúcia Miranda Afonso.
– Aluno bolsista: Eduardo Francisco de Oliveira.
– Alunos voluntários: Ana Júlia dos Santos, Elaine Cristina da Silva Dias, Herly Batista da Silveira e Leonídia Maria Pereira de Lima.

4. Resumo

A promoção dos direitos humanos e dos direitos das crianças e adolescentes é hoje na sociedade brasileira uma importante tarefa e um grande dilema para todas as áreas profissionais. De um lado, a necessidade de informar, educar e refletir é clara. De outro, há também claras dificuldades envolvidas nesse processo de reflexão, para a sua compreensão e para sua apropriação na visão de mundo e no contexto de vida dos mais diferentes grupos sociais, incluindo os grupos mais vulneráveis. Nessa ótica, a presente pesquisa intenciona mostrar como o processo grupal e as tecnologias sociais podem colaborar para o diálogo sobre os direitos humanos e busca embasamento em contribuições teóricas interligadas, quais sejam: (1) o processo grupal e as oficinas de intervenção psicossocial como campo de reflexão sobre questões sociais; (2) os materiais e recursos lúdicos – aqui compreendidos como tecnologia social – e o seu papel de facilitação da reflexão, por meio de uma linguagem que permita o trabalho com as dificuldades de compreensão e de elaboração psicológica das questões envolvidas, possibilitando o trabalho com as dificuldades diversas e a ampliação da visão de mundo necessária a uma cultura de paz e de direitos.

5. Coordenadora do projeto

Flávia Lemos Abade.

6. Parcerias

Centro Universitário Una;
FAPEMIG – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais;
ONG RECIMAM – Rede de Cidadania Mateus Afonso Medeiros (http://recimam.blogspot.com).

7. Links

>> http://recimam.blogspot.com
>> http://una.br/noticias/una-no-16-encontro-da-abrapso-967

Campus:

Palavras-chave:

Metodologias participativas. Grupos. Direitos humanos.